PROJETO: Coleta Seletiva de Lixo

Escola Municipal de Ensino Fundamental PIO X


Série: 6º ao 9º ano                      Unidade: 3ª e 4ª bimestres                       Ano: 2011

TÍTULO DO PROJETO: A Sociedade cuidando de seu LIXO !
ASSUNTO:  Coleta Seletiva de Lixo
PRODUTO: Vários

JUSTIFICATIVAS :

            O colapso do saneamento ambiental no Brasil chegou a níveis insuportáveis. A falta de água potável e de esgotamento sanitário é responsável, hoje, por 80% das doenças e 65% das internações hospitalares. Além disso, 90% dos esgotos domésticos e industriais são despejados sem qualquer tratamento nos mananciais de água. Os lixões, muitos deles situados às margens de rios e lagoas, são outro foco de problemas. O debate sobre o tratamento e a disposição de resíduos sólidos urbanos ainda é negligenciado pelo Poder Público.
            Lixo é todo e qualquer resíduo sólido resultante das atividades diárias do homem em sociedade. Pode encontrar-se nos estados sólido, líquido e gasoso. Como exemplo de lixo tem as sobras de alimentos, embalagens, papéis, plásticos e outros. 
            A definição de LIXO como material inservível e não aproveitável é, na atualidade, com o crescimento da indústria da reciclagem, considerada relativa, pois um resíduo poderá ser inútil para algumas pessoas e, ao mesmo tempo, considerado como aproveitável para outras.
Fonte: http://www.ecolnews.com.br/lixo.htm

OBJETIVO GERAL:

            Buscamos, com este Projeto, promover práticas ambientais que possam amenizar e/ou evitar os efeitos da poluição sobre os ecossistemas, tendo como ponto de partida o incentivo a redução, reutilização e a reciclagem de materiais contidos no lixo doméstico.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

ü  Estimular a pesquisa.
ü  Trabalhar os diferentes tipos de inteligência.
ü  Integrar  diferentes áreas do currículo escolar.
ü  Promover o intercâmbio de informações entre escolas ou grupos de alunos, principalmente, através do correio eletrônico e redes sociais.
ü  Estimular o interesse pelos problemas ambientais causados na produção e armazenamento do lixo doméstico.
ü  Ser um agente disseminador do valor cultural, social, econômico e ecológico da redução, reutilização e reciclagem de materiais contidos no lixo doméstico.
ü  Incentivar a formação de grupos e/ou oficinas ambientais nas                          escolas participantes.
ü  Formar uma consciência ecológica na população, especificamente nestes alunos,  tendo em vista a importância dos diversos ecossiste       mas para o futuro dessa e das próximas gerações;
ü  Fazer com que esta parcela da população comece a exercer a sua cidadania, alterando sua realidade atual, na busca de uma melhor qualidade de vida..
ü  Desenvolver habilidades em identificar e procurar soluções em respeito aos problemas ambientais.
ü  Fazer com que os alunos, funcionários e professores realizem e divulguem a coleta seletiva de lixo, evitando assim o grande desperdício de materiais recicláveis e/ou reutilizáveis e sua acumulação em locais impróprios;
ü  Demostrar a possibilidade da produção, através do processo de compostagem aeróbica, obtidos a partir dos resíduos sólidos, hortaliças de elevada qualidade biológica;
ü  Convergir no sentido de aumentar o grau de conscientização e a capacidade de organização popular, na luta pela sobrevivência e na compreensão dos problemas ambientais e suas possíveis soluções.



METODOLOGIA

             Os alunos serão divididos em grupos de até 5 (cinco) componentes, por turma ou anos equivalentes. Cada equipe definirá seu produto para apresentá-lo ao final do projeto. Durante o Projeto as equipes poderão desenvolver ações e eventos para difundir a idéia da COLETA SELETIVA, REDUÇÃO, REUTILIZAÇÃO E RECICLAGEM DO LIXO:
  • Produção de folheto informativo acerca do Tema do Projeto;
  • Organizar palestras;
  • Confeccionar ou arranjar os coletores coloridos para a seleção do lixo produzido na escola;
  • Trazer profissionais de cooperativa e outros para ministrar cursos sobre confecções de produtos a partir de material coletado.
  • Distribuição de material Informativo com a comunidade.
  • Outras.
           
           
DESENVOLVIMENTO :

Etapas:
ü  Lançamento do projeto para as turmas.
ü  Explorar a importância da pesquisa e como fazê-la.
ü  Levantamento de dados relevantes ao tema proposto.         
ü  Visitas a locais de interesse ambientais.
ü  Exploração dos software e demais ferramentas tecnológicas;
ü  Palestras e grupos de estudos sobre o temas relacionados
                                    com o projeto. 
ü  Troca de informações entre os participantes do projeto,  entidades governamentais e não governamentais.”
ü  Construção dos produtos final.
ü  Montagem do produto final .
ü  Exposição e divulgação dos trabalhos.

Tópicos para exploração:

»  Ecologia e qualidade de vida

»  A poluição causadas pelo lixo doméstico nos ecossistemas alagoano.
»  século XXI e a saúde pública.
»  século XXI e as conquistas ambientais.
»  lixo e a produção artística.
»  Plástico: Reutilização e economia.
»  Usinas de reciclagem de lixo.
»  Adubos orgânicos a partir do lixo, uma alternativa viável.
»  Coleta seletiva de lixo urbano e suas implicações ambientais.
»  Lixo e saúde pública.
»  Característica do lixo reciclável.
»  Uma fonte de desperdícios: A baixa qualidade dos materiais utilizados na construção civil.
»  Num país com fome, o lixo é abundante em alimentos.
»  Os destinos finais do lixo urbano.
»  Aterros sanitários uma solução duvidosa.
»  Educação : uma saída para o desperdício ?
»  Embalagens reclicável ou reciclada, qual a melhor opção ?
»  Reutilização ou Reciclagem: Qual a diferença ?
»  Feira de produtos obsoletos de nossas casas.
»  A dengue e o lixo na cidade de Maceió.
»  O consumo de produtos supérfluos;
»  As religiões e os problemas ambientais;
»  A matemática do Lixo;
»  A arte e os produtos descartáveis.
»  O lixo tecnológico (computadores, impressoras, etc)
»  Outros.



                                               APRESENTAÇÃO DO PROJETO PARA O PROFESSOR




          O modelo de desenvolvimento da nossa sociedade, baseada na busca desenfreada de lucro, usou de maneira irracional os recursos naturais promovendo um verdadeiro caos na vida de seus habitantes. Felizmente nas últimas décadas a questão ambiental, que antes estava restrita ao âmbito acadêmico, ganha um espaço importante na sociedade e em particular no âmbito governamental. Isto aconteceu mais rapidamente após a Conferência das Nações Unidas, em Estocolmo na Suécia (1972), e consolidada na Rio 92.
         O desenvolvimento econômico e social deve ser orientada pelo uso racional do solo, água e ar. Não pode existir desenvolvimento  desvinculado da preservação do meio ambiente, pois caso contrário correremos o perigo de uma verdadeira catástrofe econômica e social e, dificilmente a humanidade poderá alcançar e manter uma qualidade de vida que garanta a sua sobrevivência.
         Um dos grandes problemas ambientais no momento é o impacto causado pela grande quantidade de resíduos sólidos e a sua destinação final. O lixo urbano, produto do grande poder consumista da população, principalmente das classes mais privilegiada economicamente, é um dos maiores vilões na conjuntura ambiental atual. O furor consumista da população aliada a falta de consciência ecológica transformaram as nossas cidades em grandes lixeiras a céu aberto provocando graves problemas de saúde pública, como: a proliferação de animais vetores de doença, a poluição e impacto causado em nossos ecossistemas naturais  (manguezais, por exemplo), mortalidade infantil, enchentes e tantos outros. Por outro lado é comum observamos extensas áreas serem transformadas em “lixões a céu aberto”, solução bastante discutível como destino final do lixo urbano, porque além de sacrificar espaços que poderiam estar sendo usados para fins mais atrativos, não se traduz numa solução para a grande quantidade de lixo acumulado e produzido pela sociedade, pois nestes lixões o que se ver é uma grande fedentina, a contaminação dos lençóis freáticos e ecossistemas pelo chorume e o surgimento de uma população que sobrevive nestes locais, em condições de vida extremamente desumana.   
         Nos centros urbanos mais desenvolvidos, o lixo é quase que totalmente reincorporado ao processo industrial através da reciclagem de seus componentes inorgânicos que são separados pelo processo de coleta seletiva ou pelo beneficiamento nas usinas de reciclagem, enquanto que a parte orgânica é utilizada na agricultura em forma de compostos orgânicos. O processo de reciclagem do lixo promove uma grande economia para a sociedade pois, além de evitar mais destruição dos nossos ecossistemas naturais, economia de energia, etc., se torna uma fonte de renda para aqueles que trabalham com o seu intercâmbio.
         O Brasil se equipara aos mais atrasados países da África em matéria de saneamento público. Em média, nossas cidades produzem 90 mil* toneladas de lixo por dia, e mais de 11 bilhões de litros de esgotos por dia. Apenas 3% do lixo vai para os aterros controladores ou usinas de reciclagem. Do restante, 63% é lançado em correntes de água e 34% despejado a céu aberto. E mais, 90 milhões de brasileiros não tem rede de esgoto, 50 milhões não tem água tratada em suas casas. O país só coleta 40% do total dos esgotos, e só 4% têm algum tratamento. E então o que você pretende fazer a partir de agora ?

* Isso equivale a uma fila de 90 km com 12 mil caminhões cheios de lixo




APRESENTAÇÃO DO PROJETO PARA O ALUNO

            "Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado. É dever do governo e do povo defendê-lo para as presentes e futuras gerações".
( artigo 225 da Constituição da República Federativa do Brasil )

         Esse artigo da nossa Constituição Federal diz que é obrigação do governo e da população de modo geral defender o meio ambiente.
O que você pensa sobre isso?
Primeiro vamos fazer uma breve retrospectiva do surgimento da humanidade.
"Desde a pré-história, o homem vem modificando a natureza. No início, porém, a ação humana não provocava grandes danos ao meio ambiente, pois a população na época era muito pequena. Além disso, o homem não dispunha ainda de instrumentos tão aperfeiçoados como os atuais.
Mas, com o desenvolvimento das atividades econômicas, a exploração dos recursos naturais foi se tornando cada vez mais intensa. A vegetação natural foi substituída para que a terra fosse ocupada com plantações ou pastagens para o gado. Os resíduos das indústrias passaram a ser jogados nos rios, pois pensava-se que a água limpava tudo. Da mesma forma, o resíduo resultante da queima de combustíveis pelas fábricas passou a ser lançado no ar, poluindo a atmosfera.
Uma vez destruídas as matas, os animais que nelas viviam tiveram que migrar para outros lugares ou acabaram morrendo; com a poluição dos rios, a vida neles tornou-se impossível; e o ar com resíduos tóxicos espantou os pássaros e passou a provocar doenças nas pessoas que vivem nas cidades. Muitas espécies animais e vegetais desapareceram e outras estão em via de extinção."
( CRUZ, Daniel - CIÊNCIAS E EDUCAÇÃO AMBIENTAL, Ed. Ática - p. 04/05)
Por isso, teremos um grande desafio: contribuir para melhorar a qualidade de vida em nosso casa, em nossa escola, em nossa rua, em nosso bairro...e quem sabe em nossa cidade!
Agora forme sua equipe e vamos em frente !

DISCIPLINAS ENVOLVIDAS:
1 – Artes
·                              Confecção de objetos, utensílios e brinquedos a partir de materiais reciclável, como latas de alumínios, garrafas PET, papéis, tecidos, etc.
·                              Estudo das formas;
·                              Estudo das cores;
·                              Estudo da matéria
·                              outros.

2 – Ciências
            Os conteúdos da disciplina contemplam inúmeras possibilidades da utilização do Tema do Projeto:
·         A produção de Lixo pela população;
·         A poluição causada pelo Lixo Urbano;
·         Os 3 “Rs”;
·         Os ecossistemas e os impactos causados pela sociedade de consumo;
·         outros.

3 – Educação Física
·         Equipamentos esportivos a partir de objetos recicláveis.
·         A poluição do ar e a prática esportiva.
·         Campanha de doação de material esportivo para comunidades carentes.
·         Outros.

4 – Geografia
·         O impacto da poluição no meio ambiente;
·         As modificações climáticas causadas pelo acúmulos de lixo.
·         As populações carentes que se sustentam nos lixões;
·         A consciência da cidadania e da responsabilidade na produção e destino do lixo doméstico.
·         Outros
5 – História
·         A história do Lixo.
·         A vida nas sociedades e a produção de lixo;
·         A revolução Industrial e o aumento da produção de objetos e alimentos;
·         A cidade de Maceió e a produção de lixo.
·         Outros;
6 – Lingua Portuguesa
·         Comunicação e expressão;
·         Verbalização e escrita das questões que envolvem a reciclagem do lixo;
·         Produção de textos, poesia, cordel, etc
·         Outros.

7 – Matemática
·         Os números do Lixo em Maceió e no Brasil;
·         Gráficos de demonstração da quantidade de lixo nas cidades;
·         Calculos de áreas e volumes;
·         Outros;

8 – Religião;
·         A vida ameaçada!
·         Como as religiões trabalham o tema Lixo e Consumo no Brasil.
·         A natureza uma criação Divina!
·         Outros.

Ficha de atividade I
CiÊNCIAS


1.    Pesquise junto aos seus pais quais os materiais que são mais encontrado no lixo de sua residência.

1.    Façam entrevistas e descubram quais os materiais que podem ser reciclados e/ou reutilizados.

1.    Pesquise músicas que falam de ecologia.

1.    Relacione algumas manifestações artísticas e culturais do seu estado que utilizam materiais reciclado e/ou reutilizado em seus eventos.

1.    Fale sobre os ecossistemas naturais de Alagoas e como estão sendo poluídos.

1.    Quais as entidades, em Alagoas, que trabalham com reciclagem e reutilização
      de objetos provenientes do lixo urbano.

Ficha de atividade II
CiÊNCIAS

1.     Como cidadão qual seria a postura mais correta diante da presença de uma agressão ao meio ambiente ?
2.     Agora faça todo o esboço de seu projeto ( aborde sobre a questão da preservação, coletividade, limpeza, etc )
"O ser humano vivencia a si mesmo, seus pensamentos como algo separado do   resto do universo que o cerca - uma espécie de ilusão de ótica de sua   consciência, moldado pela cultura. E essa ilusão é um tipo de prisão que nos   restringe a nossos desejos pessoais, conceitos e ao afeto por pessoas mais  próximas. Nossa principal tarefa é a de nos livrarmos dessa prisão, ampliando   nosso círculo de compaixão, para que ele abranja todos os seres vivos e toda a   natureza em sua beleza. Poderá ser que ninguém consiga atingir plenamente   esse objetivo, mas lutar pela sua realização já é por si só parte de nossa    liberação e o alicerce de nossa segurança interior".
                                                                                              Albert Einstein

SUGESTÕES de Produtos :

·        Produção de vídeos sobre coleta seletiva de lixo, reutilização e reciclagem;
·        Teatro sobre os problemas gerados pelo Lixo;
·        Confecção de murais: um com desenhos e/ou fotos sobre os efeitos da ação humana sobre o meio ambiente (principalmente em nosso estado); outro com atuações do homem em prol do meio ambiente para recuperá-lo(a nível de Alagoas, Brasil e Mundo).
·        Confecção de um videoclipe sobre o lixo;
·        Produção de músicas e danças sobre o tema;
·        Produção de objetos de arte utilizando materiais, normalmente, encontrado no lixo.
·        Produção de papel reciclado.
·        Palestras para alunos de outras escolas.
·        Cálculos matemáticos e estatísticos sobre a quantidade de lixo produzido.
·        Produção de um horta orgânica;
·        Confecções de maquete utilizando objetos reutilizados.
·        Esposição fotográfica sobre Lixo..


SUGESTÕES DE PESQUISAS:

 a - Internet:

www.gir.npde.ufrpe.br
www.cnpha.embrapa.br
www.ibama.gov.br
www.josuedecastro.com.br/port/mabient
www.frm.org.br
www.feema.rg.gov.br
www.mibasa.com.br
www.ibase.org.br

b - Livros:

·         Dajoz, R. Ecologia Geral. Ed. Vozes, São Paulo, 471 pág.
·         Odum E.P., 1972. Ecologia. Ed. Interamericana
·         Minc, Carlos. 1985. Como Fazer Movimento Ecológico. Ed. Vozes, Petropólis, 100 páginas.
·         Como Defender a Ecologia, 1991. Ed. Nova Cultural Ltda e Fundação O Boticário. São Paulo, 256 pág.
·         Durrell, Gerald, 1982. O Naturalista Amador. Livraria Martins Fontes Editora Ltda. São Paulo. SP, 310 pág.
·         Janzen, Daniel Hunt. 1980. Ecologia Vegetal nos Trópicos. Ed. da USP. São Paulo, 78 pág.
·         Primavesi, Ana. Manejo Ecológico do Solo: a agricultura em regiões tropicais. 1986. São Paulo, Ed. NOBEL.
·         Capra, Fritjof. O Ponto de Mutação. Ed. Cultrix, 1980. São Paulo.
·         Capra, Fritjof. A Teia da Vida. Ed. Cultrix, 1996. São Paulo.

c - Locais:

·         Museu de História Natural da UFAL.
·         Instituto do Meio Ambiente (IMA-AL).
·         IBAMA.
·         Ecossistemas de Alagoas (manguezais, arrecifes, mata atlântica, etc.)
·         Projeto Pitanguinha
·         Bairro de Jaraguá
·         LIMPEL
·         Entre outros.

d - Pessoas:

·         Professores de ciências,  ambientalistas, ecólogos, pesquisadores, etc.

e - Vídeos e Filmes:

·         Tá limpo . Canal Imaginário - IBASE
·         Vira Volta. Canal Imaginário – IBASE.
·         Ilha das Flores
·         Enciclopédia da Vida Animal – Larousse.
·         Jacques Cousteau – Video Lar/ Revista Caras.
·         Aventuras Visual – Florestas – Ed. Globo.
·         Videociências – Enc. Britânica do Brasil.
·         TV CULTURA.
·         TV FUTURA.
·         Globo Ecologia. Rede Globo de Televisão.
·         Globo Ciência – Rede Globo de Televisão, etc.
·         Canal Discovery Channel
·         Canal National Geographic.
·         Outros.


ORGANIZAÇÃO.

COORDENAÇÃO e PROFESSORES da Escola Municipal de  Ensino Fundamental PIO X .

APOIO:

DIREÇÃO e FUNCIONÁRIOS da Escola Municipal de  Ensino Fundamental PIO X.
Atelier Clarissa Oliveira

REALIZAÇÃO